Sua história e sua caminhada com Deus: Marcela Costa

 Oi meus amores, tudo bem por aí?

  Hoje estamos iniciando um quadro novo, pois quem não gosta de conhecer as histórias de outras pessoas? Quem me conhece sabe que eu amo ouvir histórias e ainda mais se trata-se da caminhada com Cristo de alguém. Bom para iniciar esse novo quadro no Blog eu convidei a linda da Mah do Blog “Doce Bebella” para nos contar da caminhada dela com Cristo. Se você tiver vontade de ver sua história aqui no Blog me envia por E-mail: vi-ca11@hotmail.com com algumas fotinhos de momentos importantes que você narra nessa história.  Agradeço a linda da Mah que é minha tia e amo muito ela, por fazer esse favor e super indico o Blog dela que fala sobre pessoas que são obrigadas a tirar o açúcar de vez da dieta.

3,2,1… Sua história e sua caminhada com Cristo: Marcela Costa

IMG-20160407-WA0049

  Minha história e minha caminhada com Deus? Bom escrever sobre isso é um mega desafio para mim. Não gosto de falar sobre mim, logo vocês entenderão! Confesso que quando a Vick me pediu, a vontade era dizer Não! Rsrs… Não acho que estou preparada, mas vamos tentar! Primeiramente meu nome é Marcela Costa, sou casada há quase 15 anos e tenho uma filha.

 IMG-20160407-WA0047.jpg

  Bom, eu cresci em berço evangélico sempre fui uma menina muito tímida e sempre tive dificuldade de me expressar, sou assim até hoje, rsrs…. O porquê eu não sei, acho que tinha medo do que as pessoas iriam achar de mim. Mas apesar de eu ser assim, minha infância foi muito boa, tão boa que sinto saudades rsrsr.

  Minha adolescência foi um pouco mais digamos que “agitada”, teve uma fase que eu não estava curtindo ir para a igreja, eu queria ficar na rua, andando de bicicleta, com minhas amigas, etc… Mas minha mãe me obrigava a ir pra igreja, eu ia, com raiva é claro! Aos poucos fui me interessando em ir, e já não ia mais obrigada. Fui me interessando pelo grupo de jovens, evangelização, e etc. Até ter um cargo na igreja!

 IMG-20160407-WA0051

  Com o tempo conheci meu esposo, foi muito difícil ficarmos juntos, pois sou mais velha que ele dois anos, e todos diziam que não daria certo … afff… foi uma época muito difícil, mas vencemos. Nos casamos e o primeiro ano, confesso que foi muito complicado, sabe aquela fase de adaptação, chata, então, mas passando por isso, o resto foi tranquilo. Depois de 7 anos de casados,senti vontade de ter um filho,então resolvi fazer os exames, pra ver se estava tudo certo e o resultado, foi bem decepcionante, se eu quisesse engravidar, precisaria fazer um tratamento hormonal. Fiquei bem chateada, mas meu marido disse para confiarmos em Deus, que para ele nada é impossível e foi isso que aconteceu. Não fiz tratamento algum e em poucos meses estava grávida de uma princesa a nossa tão amada Isabella.

   A Isa nasceu perfeita, o tempo foi passando e começamos a dar muito mais tempo ao trabalho, aos nossos pensamentos de conquistas e com isso fomos nos desviando dos caminhos de Deus. Quando você se afasta não é de vez, é aos poucos, uma coisinha aqui, outra ali, deixa de ir um domingo e quando você percebe, já se afastou. Quando você se afasta de Deus, seus olhos mudam, você perde aquele brilho, sabe, porque eu não apenas me afastei da igreja, eu deixei de orar, muitas vezes até de acreditar, seus pensamentos mudam. Até hoje me pergunto, onde me perdi? No começo foi tudo normal, continuei trabalhando, conquistei coisas que nunca imaginaria conquistar, sabe aquela sensação de bem estar? Pois é isso me fez ser uma pessoa gananciosa.

  Eu consegui muitas coisas que meu coração desejava, mas lá no fundo eu sentia uma tristeza imensa, uma amargura na alma, isso é a pior coisa que alguém pode sentir! E aos poucos as coisas começaram a dar tudo errado, eu sentia um desânimo imenso pra tudo, não me sentia reconhecida no trabalho, não me sentia uma boa mãe, até quando me olhava no espelho, não gostava do que eu via. Sofri um acidente,que levei uns 21 pontos no calcanhar,isso me deu uma sacudida,digamos assim,pois foi algo tão bobo,sem mentira,senti como se alguém tivesse me empurrado da moto naquele dia. Mas isso não foi o suficiente para eu mudar. Passado mais ou menos um ano do acidente veio algo que mudou minha história, feriu meu coração. Minha filha desenvolveu uma doença que não tem cura! Ahhh aí foi o dia que me senti sem chão…ali muitas coisas vieram a minha mente, me senti culpada, me senti frustrada, e quase entrei em depressão, mas Deus me mostrou que quando falta o chão é porque precisamos das suas asas.

  Aos poucos fui voltando a orar, ler a Bíblia, ouvir pregações, mas me faltava uma coisa, congregar! Procurei um lugar que meu coração se sentisse feliz. Ué mais você não nasceu em um berço evangélico? Sim, amo o lugar que eu conheci e fiz parte. Mas eu precisava estar em um lugar onde meu coração sem nenhuma fonte de pressão, quisesse estar. E aos poucos estou voltando, o porque tudo isso aconteceu, bom eu uma vez vi uma história na internet e copiei, porque eu acho que tem tudo a ver comigo.

   “Certa vez, depois de trabalhar muito durante o ano todo, um homem temente a Deus conseguiu, enfim, tirar um mês de férias. Ele decidiu que pegaria um avião e viajaria para um continente distante. Durante a viagem, quando o seu avião sobrevoava o Oceano Índico, o pior aconteceu: um dos motores da aeronave teve uma pane e o piloto foi obrigado a fazer um pouso forçado em alto mar. Quase todas as pessoas daquele voo morreram, mas o homem cristão conseguiu se agarrar a um objeto que permitiu que ele não se afogasse. Ele ficou boiando por dias, até que avistou uma ilha deserta. Feliz com aquele milagre, o homem nadou até a praia e mesmo cansado, com fome e sede, agradeceu a Deus por aquele livramento de morte. 

  Na ilha, ele se alimentou de peixes, frutas e ervas. Mais forte, ele derrubou alguns coqueiros e, com muito esforço, conseguiu construir uma cabana. A cabana não era necessariamente uma casa, mas servia muito bem para protegê-lo do frio da noite e das constantes chuvas que caiam naquela região. Mais uma vez, aquele náufrago se sentiu grato pela misericórdia de Deus com a sua vida e, na mesma noite, preparou um jantar de ação de graças ao Senhor. À partir daquele momento, ele estaria protegido, inclusive, de animais selvagens que poderiam viver naquela ilha. 

  Certo dia, o homem foi ao mar para pescar suas próximas refeições e o resultado não poderia ter sido melhor. O almoço e o jantar daquele dia estavam garantidos. Mais uma vez, ele dobrou os joelhos e agradeceu a Deus. Porém, ao voltar para a sua cabana, ele se decepcionou profundamente ao ver que a sua cabana havia sido destruída por um incêndio inexplicável. A cabana foi totalmente queimada e a fumaça do incêndio podia ser visto de muito longe. Muito triste, ele se sentou na areia e, chorando, começou a falar: 

-Deus, como o Senhor pôde permitir que isso acontecesse? O Senhor sabe como foi difícil construir essa cabana e como ela era importante para me abrigar! Mas, mesmo assim, o Senhor deixou que ela se queimasse. O Senhor não tem compaixão de mim? 

  Mal tinha acabado de se lamentar, aquele homem sentiu uma mão tocar em seu ombro. Uma voz lhe disse: 

- Vamos, senhor? 

  Assustado, imediatamente ele se virou para ver quem havia falado com ele e ficou surpreso ao ver que era um marinheiro fardado que lhe disse: 

-Vamos senhor, viemos te buscar! 

  Mas o homem respondeu: 

-Mas como isso pode ter acontecido? Como souberam que eu estava perdido aqui na ilha? 

A resposta do marinheiro foi surpreendente: 

_ Ora, a nossa tripulação viu os sinais de fumaça que o senhor fez pedindo socorro. O nosso capitão, então, ordenou que o navio parasse e que eu viesse te buscar com aquele bote que está ali na praia. 

Aquele homem, que há pouco tempo estava desiludido, achando que Deus não se importava com ele, foi levado ao navio de volta para casa emocionado com o que aconteceu.” 

  Muitas vezes, Deus “queima” a nossa “cabana” para nos levar de volta ao lugar que Ele deseja. Deus tira de perto de nós tudo aquilo que nos oferece uma falsa segurança, para nos mostrar que só Ele sabe o que é melhor para nós! O intuito da Vick era saber sobre o que Deus fez em minha vida. Bom o que Deus fez na minha vida foi tudo perfeito, eu é quem fiz tudo errado pra Ele espero que minha história sirva de exemplo para que você sempre vigie principalmente quando as coisas estão boas, hoje se pudesse voltar atrás muita coisa faria diferente. Estou voltando e tentando conhecer a Deus como eu acho que nunca o conheci, sem pressão, sem querer ter um cargo, quero apenas ter Um Coração igual ao de Deus!

 coracaologo

  Gostou do Blog? Então curta a página no Facebook Um coração igual ao Teu, me siga no Instagram @umcoracaoigualaoteu, no Twitter @umcoraoigualao1  e é claro eu amo ler os comentários de vocês, então deixa sua opinião aqui em baixo. Um milhão de beijinhos, fiquem com Deus!

Anúncios

15 comentários em “Sua história e sua caminhada com Deus: Marcela Costa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s