Perdoar, pedir perdão e seguir o exemplo de Cristo é um desafio!

Oi meus amores, tudo bem por aí?

  Às vezes me pergunto, por que é tão difícil lidar com as pessoas?  Por que perdoar não é algo fácil? Porque pedir perdão é algo que às vezes sentimos vergonha? Eu não só acredito, como tenho plena certeza que não existe ninguém perfeito e nem tão pouco nenhum homem que possa dizer “eu não tenho pecado”, afinal de contas nascemos na transgressão e somos humanos.(1 João 1.8-10 Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.) Cada um de nós que dizemos que somos cristãos, isso não significa que agora somos perfeitos, mas que estamos buscando nos parecer com Cristo e isso na verdade é um tremendo desafio, principalmente quando tratamos no termo “amar o próximo como a nós mesmos”.

  Amar é algo fácil quando se trata de alguém que tem as mesmas atitudes que nós, os mesmos pensamentos e nos trata da forma como queremos ser tratados, mas quando se trata de alguém que nos machuca seja com palavras, com agressões físicas, ou que simplesmente não concorda conosco sobre algo, então resolvemos não aceita-lo, dependendo do que esse individuo fez achamos que é algo imperdoável e dizemos “Deus ele não merece perdão”, mas Deus nos diz (Marcos 11.25 E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.) Gosto de uma frase que diz: “Quando você não perdoa o prisioneiro se torna você”.

  O problema é que às vezes sentimos que já alcançamos o necessário como exemplos de Cristo, quando menos esperamos percebemos que estamos longe do Pai e que estamos errando novamente, ou simplesmente julgando o outro e isso é algo que claramente Deus nos adverte. (Lucas 6.37 Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão.) Um verdadeiro cristão não julga o próximo, nem tenta fazer justiça com as próprias mãos, mas ele ergue a mão para tirar tal irmão do pecado, dos julgamentos e o faz enxergar seu erro. Confesso que isso é um desafio e tanto, não só para nós, mas para também foi para a antiga igreja nos tempos de Cristo. (João 18.10-11 Então Simão Pedro, que tinha espada, desembainhou-a, e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita. E o nome do servo era Malco. Mas Jesus disse a Pedro: Põe a tua espada na bainha; não beberei eu o cálice que o Pai me deu? Então a coorte, e o tribuno, e os servos dos judeus prenderam a Jesus e o maniataram.)

  “A palavra julgar é o mesmo que -> Dar opinião sobre algo, ou alguém; Emitir parecer; Formar conceito; Ser juiz.” Muitos cristãos se defendem com o exemplo de João Batista que disse a Herodes que era errado ele se casar com a mulher do seu companheiro (Marcos 6.16-20 Herodes, porém, ouvindo isto, disse: Este é João, que mandei degolar; ressuscitou dentre os mortos. Porquanto o mesmo Herodes mandara prender a João, e encerrá-lo maniatado no cárcere, por causa de Herodias, mulher de Filipe, seu irmão, porquanto tinha casado com ela. Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão. E Herodias o espiava, e queria matá-lo, mas não podia. Porque Herodes temia a João, sabendo que era homem justo e santo; e guardava-o com segurança, e fazia muitas coisas, atendendo-o, e de boa mente o ouvia.) Mas muitos não param para ler com atenção, pois o texto esclarece bem o fato de que João dizia a Herodes o que era errado e condenava o pecado daquele homem.

  Cristo também condenava os pecados dos Fariseus e Escribas, mas é claro que se arrependessem do seu mal caminho e seguissem a Cristo, Jesus não os impediria de ouvir a palavra e nem tão pouco de fazer a obra. E mesmo depois de todos os pecados na humanidade Cristo morreu na cruz por nós e nos amou. (Lucas 23.34 E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes.)  E se fossemos nós, o que diríamos? Afinal de contas somos o exemplo de Cristo na Terra. Provavelmente não seria o mesmo que Cristo.

  Temos que cair em si e percebermos que nenhum de nós somos dignos da graça, não estou falando para você concordar com o pecado de ninguém, estou falando para você não difamar o evangelho, o certo é conversar com a pessoa que praticou tal ato errado, mostrando-lhe onde essa pessoa errou, mas caso ela não aceite, então deixe que ela siga seu caminho errado, uma hora ela irá cair em si, mas não fique fazendo comentários por aí difamando a pessoa, ore ao Pai por essa alma que está enganada como Cristo fez por cada um de nós. (Gálatas 6.1 Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo.) (Mateus 18.15-17 Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada. E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano. Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.)

   Que venhamos aprender a perdoar como Cristo, a pedir perdão como verdadeiros cristãos que admitem que erram, que não são dignos da graça como todos os outros, que percebamos que o evangelho é pronunciado por pessoas falhas e humanas que nunca conseguirão explicar Deus e toda Sua Onipotência, por gente que não é perfeita e uma pena também é que muitos destes escolhidos para pregar o evangelho se deixam levar pela ganancia, mas que nós que hoje somos escolhidos venhamos fazer diferente, aprendendo e não seguindo o exemplo destes que já erraram. Olhe para Cristo, pois assim você nunca será enganado, ore, se consagre, separe um tempo todos os dias para você e Deus, para não cair no mesmo erro que os outros que você hoje ensina, ou observa.

coracaologo

Gostou do Blog? Então curta a página no Facebook Um coração igual ao Teu, me siga no Instagram @umcoracaoigualaoteu, no Twitter @umcoraoigualao1  e é claro eu amo ler os comentários de vocês, então deixa sua opinião aqui em baixo. Um milhão de beijinhos, fiquem com Deus!

Anúncios

6 comentários em “Perdoar, pedir perdão e seguir o exemplo de Cristo é um desafio!

      1. Oh amore aq no Blog é recíproco, você recebe visitas quando você visita os outros, segui e curti os posts, pois é um ajudando o outro!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s